burning spear


Em 1969, Burning Spear, ou melhor Winston Rodney (seu nome original) iniciava sua original carreira no Studio One com o single "Door Peep". O nome Burning Spear foi uma homenagem a Jomo Kenyatta, primeiro presidente do Quênia (significa flecha fumegante, Burning Spear, era o nome que o líder assumiu quando lutava contra os ingleses pela independência) - o que dá o tom de seu trabalho, marcado pela militância política e rasta. Nos anos 70 fez pela Island Records alguns dos seus melhores discos: Marcus Garvey

MÚSICAS ENCONTRADAS

A música dá alma ao universo,
asas à mente e voo
à imaginação.

Não, não somos nós que estamos afirmando isso.
Foi o fundador da Academia de Atenas, Platão, aluno de Sócrates e professor de Aristóteles, um dos filósofos gregos mais conhecidos e estudados até os dias atuais. Os mais sábios sabem o poder da música sobre o universo...
É ou não é?

Sambando na cara da sociedade: você sabia?

Gravada em "Samba Esquema Novo" (1963), álbum de estreia do cantor e compositor Jorge Ben -como era conhecido na época-, "Mas Que Nada" foi executada pela primeira vez no Beco das Garrafas, em Copacabana, no Rio de Janeiro (RJ). Graças a versão feita por Sérgio Mendes três anos mais tarde, a música ficou quase tão famosa quanto "Garota de Ipanema" e ganhou interpretações de artistas como Ella Fitzgerald, José Feliciano, Al Jarreau e Trini Lopez. Em 2006, a banda Black Eyed Peas convidou o pianista brasileiro radicado nos Estados Unidos para regravar o primeiro grande sucesso de Jorge Ben Jor. Resultado? O hit chegou a 13ª posição na parada Hot Dance Music/Club Play da revista Billboard.