van der graaf generator


Van der Graaf Generator foi uma banda britânica seminal de rock progressivo dos anos 70. O grupo formou-se em 1967 enquanto seus integrantes estudavam na Universidade de Manchester. O trio era composto por Peter Hammill (vocais, guitarra), Nick Pearne (órgão) e Chris Judge (bateria e instrumentos de sopro). Eles conseguiram um contrato com uma gravadora, lançando apenas um compacto ("The People You Were Going To") antes de se separarem no final de 1969. Já então Pearn havia sido substituído por Hugh Banton.

MÚSICAS ENCONTRADAS

Van Der Graaf Generator - Refugees - Remastered
Van Der Graaf Generator - Darkness (11/11) [2005 - Remaster]
Richard Wagner, Josef Greindl, Philharmonia Orchestra, Wilhelm Furtwängler - Wagner: Tristan und Isolde, WWV 90, Act 3 Scene 1: Der Trank! Der Trank! Der furchtbare Trank! (Tristan)
Franz Lehár, Elisabeth Schwarzkopf/Nicolai Gedda/Felix Kent/André von Mattoni/Philharmonia Orchestra/Otto Ackermann - Lehár: Das Land des Lächelns, Act 1: Dialog, Hoheit, der Sekretär der chinesischen Gesandschaft (Der Diener, Lisa, Sou-Chong, Fu-Li)
Bad Religion - Generator
Foo Fighters - Generator
Yes - Big Generator
Tycho - Cloud Generator
Wolfgang Amadeus Mozart, Greta de Reyghere, Marijke van Arnhem, Renaat Deckers, Jan van der Crabben, Capella Brugensis, Collegium Instrumentale Brugense, Patrick Peire - Vesperae solennes de confessore, K. 339: V. Laudate Dominum
Carl Maria von Weber, Hilde Gueden, Orchester der Deutschen Oper Berlin, Gerhard Steeger - Der Freischütz, Op. 77, J. 277: Einst träumte meiner sel'gen Base

A música dá alma ao universo,
asas à mente e voo
à imaginação.

Não, não somos nós que estamos afirmando isso.
Foi o fundador da Academia de Atenas, Platão, aluno de Sócrates e professor de Aristóteles, um dos filósofos gregos mais conhecidos e estudados até os dias atuais. Os mais sábios sabem o poder da música sobre o universo...
É ou não é?

Sambando na cara da sociedade: você sabia?

Gravada em "Samba Esquema Novo" (1963), álbum de estreia do cantor e compositor Jorge Ben -como era conhecido na época-, "Mas Que Nada" foi executada pela primeira vez no Beco das Garrafas, em Copacabana, no Rio de Janeiro (RJ). Graças a versão feita por Sérgio Mendes três anos mais tarde, a música ficou quase tão famosa quanto "Garota de Ipanema" e ganhou interpretações de artistas como Ella Fitzgerald, José Feliciano, Al Jarreau e Trini Lopez. Em 2006, a banda Black Eyed Peas convidou o pianista brasileiro radicado nos Estados Unidos para regravar o primeiro grande sucesso de Jorge Ben Jor. Resultado? O hit chegou a 13ª posição na parada Hot Dance Music/Club Play da revista Billboard.